Pular para o conteúdo

Leitura de textos

Quem sabe o que vira na peça adulta, mas posso adiantar que a apresentação será em um palco alternativo.

Vejam alguns textos:

1. O SONHO
DE AUGUST STRINDBERG – 1901

A história apresenta a viagem de Inês, filha do Deus Indra, à Terra, onde ela conhece os seres humanos, suas principais frustrações, angústias, desilusões e carências. Strindberg, por meio da estrutura de um sonho, revela cenas sucessivas que acontecem em diferentes lugares. Imagens seguidas, repetições e uma lógica no aparente caos servem para apresentação dos conflitos humanos e remetem o público a situações enfrentadas em pleno século XXI.
É um belo questionamento sobre os valores, sistemas e apegos humanos. A peça tem momentos de drama, poesia, comédia e quase te leva numa viagem profundo por um sonho.

2. AS TROINAS
DE EURÍPEDES

As Troianas é uma obra de Eurípedes que retrata o final da guerra de Troia a partir do feminino. Mostra o que ocorre com as prisioneiras troianas. Após a queda de Troia, as mulheres são escravizadas e aguardam o embarque para os novos lares. Taltíbio, o arauto, anuncia que Polixena, filha de Hécuba, será sacrificada, e que seu neto Astiánax será morto; posteriormente, seu corpo é entregue a Hécuba. Helena, entre as cativas, tenta se reconciliar com Menelau enquanto espera o embarque.

3. PARTIDO
DE CACA CARVALHO
ADAPTAÇÃO DE O VISCONDE PARTIDO AO MEIO DE ÍTALO CAVINO

O Visconde Medardo de Terralba volta da guerra partido ao meio. Apenas ametade má de Medardo retorna à Terralba, para espanto dos familiares, serviçais e conterrâneos, que o esperavam com ansiedade. Alguém observa tudo com os olhos cheios de espanto e curiosidade: é o Menino, sobrinho de Medardo, narrador do romance “O Visconde Partido ao Meio”, publicado por Ítalo Calvino, em 1951. É a partir do ponto de vista desse Menino, cuja vida se transforma dia após dia, sob o influxo das transformações trazidas pelo Visconde partido, que acompanhamos a história dos seres de Terralba, um lugar onde a dúvida se instala e onde nada mais parece inteiro.

4. A TERCEIRA MARGEM
DE ROBERTO GOTTS
ADAPTAÇÃO DO LIVRO PRIMEIRAS HISTÓRIAS DE GUIMARÃES ROSA

Manuelzão como principal correspondente de mundo de Guimarães Rosa narra as histórias do interior de Minas que com singeleza e simplicidade, motiva o escritor mineiro a escrever uma de suas principais obras: Primeiras Estórias. Essas histórias carregadas de lirismo e suavidade podem-se transformar em crueldade e tristeza. Da história de um filho que amarguradamente quer reencontrar o pai, que por sua vez sai em busca do desconhecido; de uma velha, Mula Marmela, que precisa assassinar o amante vampiro e o filho lobisomem para que não façam mal ao um vilarejo; de uma menina que faz milagres; de uma vaquinha vermelha que aproxima um casal e sai em disparada de sua independência.

5. PEQUENOS MILAGRES

O texto “Pequenos Milagres” marca as comemorações dos 25 anos de atividades do Grupo Galpão. O texto é composto por quatro histórias: ‘Cabeça de Cachorro’, ‘O Pracinha da FEB’, ‘O Vestido’ e ‘Casal Náufrago’, selecionadas dentre as quase 600 enviadas para a campanha Conte Sua História, idealizada pelo diretor Paulo de Moraes, através da qual foi solicitado às pessoas que enviassem pequenas histórias reais, que tivessem conteúdos surpreendentes, como um “pequeno milagre” cotidiano. Os quatro textos que compõem a peça são:

CABEÇA DE CACHORRO
Inspirado no texto homônimo de João Celso dos Santos, essa história representa um rito de passagem, em que um menino do interior, de apenas 11 anos, se vê obrigado a enfrentar os desafios da cidade grande para cumprir uma importante missão que lhe foi confiada por seu pai. Fragmentada em quatro partes, ela é contada como uma aventura ao longo da peça.

O PRACINHA DA FEB
Inspirado no texto (sem título) enviado por Thereza Alvarenga, a história narra momentos da vida de um velho expedicionário, que revisita seu passado, a partir do olhar de uma jovem enfermeira que trabalha com pessoas da terceira idade.

O VESTIDO
Inspirado no texto ‘Vestido do Desejo’, de Maristela de Fátima Carneiro, a história retrata uma mulher que realiza um antigo sonho da adolescência, apresentando toda a delicadeza do sonho de uma menina.

CASAL NÁUFRAGO
Inspirado em texto anônimo e sem título, a história aborda a vida de um casal cuja relação está há muito tempo desgastada e que, de repente, se vê na iminência de ter todos os seus problemas financeiros resolvidos, através do concurso “Show do Milhão”. O texto fala sobre a crueza de duas vidas em que existe pouco espaço para o sonho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *